Transforme os dados cadastrais dos seus clientes em vendas

Todas as empresas querem aumentar seus lucros, mas poucas se concentram no que realmente importa: manter seus clientes atuais satisfeitos antes de buscar por novos consumidores. É um erro comum acreditar que trazer novos clientes salvarão o seu negócio, mas se você não consegue nem sequer satisfazer quem consome seus produtos ou serviços como pretende alcançar um novo público?

Neste artigo, te explicaremos sobre a importância dos dados cadastrais nesse processo e como você pode utilizá-los para obter novas vendas.

dados cadastrais

A publicidade costuma nos ensinar tudo sobre a arte de seduzir os clientes e, fazer com que eles desejem produtos/serviços para sanar seus mais profundos anseios. Contudo, ela nada nos explica sobre o que fazer quando as coisas não dão certo. Na hora da divulgação e aquisição tudo parece maravilhoso, mas o problema começa se o serviço não oferece algo que quem contratou acreditava ter, ou se o produto não atender a todas as expectativas, tais como cor, tamanho ou sabor.

Por mais que você não tenha enganado seu consumidor, ainda podem surgir reclamações, mas não se pode de maneira alguma ignorá-las. Pessoas sem atenção às suas mazelas passam rapidamente da insatisfação ao furor. Os clientes insatisfeitos são como um sinal de fumaça e, se você não contê-los poderão virar fogo e queimar a imagem da sua empresa. Por isso é muito importante cuidar de toda a Jornada do Cliente. Você precisa estar disposto a sanar a suas dúvidas, conflitos e fazer com que os clientes fiquem satisfeitos.

O que sua empresa faz com a base de dados?

Muitas organizações geralmente coletam dados cadastrais dos clientes durante a compra. Com o tempo, essa base de dados vai aumentando, contudo as informações que poderiam ser valiosas se reaproveitadas para encontrar novos clientes são apenas acumuladas e desperdiçadas.

Você sabia que com auxílio de um bom software de ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) você pode melhorar a gestão das empresas, automatizando os processos e integrando as atividades de: vendas; finanças; contabilidade; estoque; compras; recursos Humanos; produção e logística?

E que o CRM (Gestão do Relacionamento com o Cliente) é outra ferramenta que pode ser utilizado para gestão de sua empresa, que pode metrificar os hábitos de compras e até mesmo o approach mais adequado para uma negociação bem sucedida? Diversas empresas oferecem serviços para gestão dos clientes, vale a pena dar uma pesquisada e optar por um software para isso. A dica de Carlos Martins, consultor Sênior de Marketing e Inbound Marketing, é para que você:

“Volte seus esforços para leads que apresentam maior potencial de compra. Você pode constatar isto traçando a persona. Desta forma é possível entender quais são as necessidades do cliente, suas preferências e como você pode auxiliá-lo. Isto permite uma negociação muito mais fluida, uma vez que você entende o que o cliente precisa e pode ser mais objetivo.”

Com o isoAtendimento você pode melhorar a qualidade dos atendimentos aos clientes

Uma ótima opção para facilitar e interligar todos os processos da jornada do cliente é utilizar um serviço de CRM. O isoCRM oferece o módulo isoAtendimento, com ele você terá auxílio na gestão de relacionamento com o cliente através do atendimento centralizado, integrando diversas plataformas de comunicação. Nele, são registradas e geradas todas as informações e ocorrências dos chamados realizados pelos clientes.

Com a base de dados você tem disponível informações relevantes sobre o consumidor, que podem ser vistas durante o contato, conseguindo oferecer um atendimento único para o seu cliente. Assim suas próximas interações ficarão bem mais rápidas, fáceis e eficientes.

Consequência a longo prazo

Com o decorrer do tempo a empresa conhecerá melhor o seu cliente, permitindo que os próximos atendimentos sejam mais personalizados, objetivos, focando as necessidades do cliente que foram observadas através da análise do histórico de interações.

O módulo contempla todos os contatos dos clientes realizados através de telefone, chat, e-mail, redes sociais e até em plataformas de vendas como o Mercado Livre, registrando todas as ocorrências. A partir dessas métricas é possível medir o grau de satisfação do cliente, a qualidade do atendimento, a frequência dos diferentes tipos de chamados e a rapidez no retorno para o cliente.